YOU NEVER REALLY CAN FIX A HEART.
Simples assim, a procura da utopia que chamam de felicidade. Será que ela existe?...
1 2 3 4 5
THEME POR UMAPEQUENAPOETA | DON'T COPY + +
Submit AsK
Recomendo Tchau =]
“Você lutou por mim quando ninguém mais faria isso.”
Revenge.  (via carencias)



Há 2 dias · 1.226 notas · reblog
originally vinstage · via vinstage
“Essas palavras que escrevo me protegem da completa loucura.”
Charles Bukowski. (via distanciarei)

“Eu tenho saudade de mil coisas e todas essas mil coisas sempre caem na mesma única coisa de que eu tenho tanta saudade: das suas histórias. Me faz muita falta ouvir sobre sua vida, suas histórias, seus medos, seus desejos, suas angústias. E como me faz bem saber o quanto você confia em mim, o quanto você se sente bem em conversar comigo. Gosto tanto de lembrar tudo o que vivemos em apenas um ano. As brigas, discussões sem fundamento, os momentos bons, que foram muitos. Aprendi muito com você, coisas que levarei pro resto da minha vida. Lembro que você me ensinou que drama não funciona contigo.”
Tati Bernardi. (via inverbos)

Há 2 dias · 4.701 notas · reblog
originally inverbos · via inverbos

Há 2 dias · 231 notas · reblog
originally vinstage · via vinstage

“Tenho tendência a sofrer eternamente de execração, se é que posso chamar isso de sofrimento – já que interpretam tudo como bem entendem. Odeio demais as pessoas, a ponto de odiar até as qualidades que elas possuem. É difícil viver em harmonia com os outros quando se tem esse ódio dentro de si, essa antipatia exagerada acaba fazendo tudo ficar pior. O problema é que não consigo me desvencilhar disso, desviar do prólogo de um comportamento é muito difícil para quem não tem força de vontade. E infelizmente não nasci com esse dom. Ninguém entenderia toda essa desolação protuberante, além de um psicólogo, mas não tenho vontade de conversar com um e minha condição financeira não me permitiria no momento. A inerência entre mim e a melancolia acarretam em demasiado isolamento, esse processo contínuo de solidão que reside em meu peito é apenas a infeliz certeza de que morrerei e visitarei o meu inferno singular, pela segunda vez. Já que a primeira está sendo aqui, em vida.”
Junior Lima. (via inverbos)

Há 2 dias · 781 notas · reblog
originally recomendar · via inverbos
“O sol nunca nasce pra mim. É sempre noite e pra onde quer que eu olhe não vejo um raio de luz se quer. No final do meu túnel só existe abismos, nada de luz, nada de esperança, nada de vida. É escuro porque não te encontro, não te vejo, não te sinto. Sem você é deserto, é vazio, é solitário. Você é meu sol.”
Querido John. (via autografia)

aspirações

incolumo:

andei lendo os livros errados

quase vinte anos e não sei o que fazer da minha vida.

tenho dois anos de faculdade pela frente, mais uns 40 livros, no mínimo, que desejo ler nos próximos meses. acho que a única coisa que eu realmente gosto de fazer é conhecer.

eu queria era morar numa cidade de…


Há 5 dias · 59 notas · reblog
originally portuaria · via incolumo